Agende uma ligação
Dropdown
Home » Idiomas » Espanhol » Características do espanhol » Espanhol dos EUA

Espanhol dos EUA

Devido a seu tamanho e enorme poder de compra, o mercado hispânico dos EUA apresenta uma oportunidade que não pode ser ignorada. O sucesso nesse mercado exige uma compreensão completa do idioma espanhol nos EUA.

Nenhuma empresa usaria um conteúdo culturalmente específico da Inglaterra, Canadá ou Austrália para atingir o público americano. Por que o espanhol para o mercado hispânico dos EUA seria diferente, especialmente considerando o tamanho e a importância desse mercado em termos de poder de compra?

De acordo com estudos recentes, 88% dos hispânicos dos EUA afirmam que valorizam as empresas que falam com eles em espanhol, e 87% acham que as empresas que fazem um esforço legítimo para investir em suas comunidades merecem sua lealdade. Para estar entre essas empresas e ter sucesso no mercado hispânico dos EUA, você precisa de traduções que falem diretamente com esse público.

Espanhol hispânico

O que significa “hispânico” de uma perspectiva histórica e linguística? O termo foi popularizado pela primeira vez em 1980 pelo Censo dos Estados Unidos, que o utilizou na tentativa de classificar os latino-americanos residentes nos Estados Unidos. Mais especificamente, o censo procurou classificar os “americanos que se identificam como sendo de origem hispânica, ligando sua origem ou descendência ao México, Porto Rico, Cuba, Américas Central e do Sul e outros países que falam espanhol.”

Como o espanhol da América Latina é muito diferente do espanhol da Espanha, esse grupo demográfico já falava uma forma de espanhol com características únicas. Desde então, o espanhol “hispânico” tornou-se uma designação abrangente para uma mistura de dialetos e culturas de mais de 20 países na América Latina.

Hispânico ou latino?

Você também pode ter ouvido americanos que falam espanhol usarem “latino ou latina” para falarem de si mesmos. Embora alguns usem “hispânico” e “latino/a” sem distinção, “hispânico” geralmente define pessoas originárias de países que falam espanhol, enquanto “latino” define pessoas originárias de países da América Latina (mas não da Espanha, e não necessariamente falantes de espanhol). Mesmo que você se concentre no mercado hispânico dos EUA, é essencial estar ciente de como esses termos evoluem e mudam.

Você sabia?
88% dos hispânicos dos EUA apreciam as empresas que falam com eles em espanhol.
Você sabia?
De acordo com algumas previsões, 1 em cada 3 pessoas nos EUA falará espanhol até 2050.
Você sabia?
O espanhol dos EUA inclui muitos estrangeirismos da mídia e da cultura pop do inglês.
Você sabia?
O mercado espanhol tem dez vezes mais chances de responder a um site bem traduzido.
Você sabia?
Você sabia?

Idioma espanhol nos Estados Unidos

A população de falantes de espanhol nos EUA cresceu muito além dos imigrantes da primeira geração de toda a América Latina. Com base em uma pesquisa de 2020 do Census Bureau dos EUA, mais de 13,2 por cento dos residentes dos EUA falam espanhol em casa— isso significa mais de 41,8 milhões de pessoas com cinco anos de idade ou mais. Até 2050, há a previsão de que uma em cada três pessoas nos EUA falará espanhol. Do ponto de vista cultural, o idioma espanhol continua sendo uma forma essencial de comunicação com os Estados Unidos, inclusive para não-hispânicos e para aqueles que podem ter vivido nos Estados Unidos a vida inteira.

O espanhol hispânico dos EUA, como o espanhol latino-americano, diverge do espanhol europeu (Espanha) de várias maneiras. Por exemplo, falantes de espanhol nos EUA não usam a segunda pessoa do plural vosotros; eles preferem o passado simples ao presente perfeito; e o idioma é fortemente influenciado pelo inglês.

No entanto, o espanhol dos EUA também é fortemente influenciado por fontes da mídia—não apenas a mídia tradicional dos EUA em inglês, mas também pelas principais empresas de mídia em espanhol, como a Univision e a Telemundo. O espanhol dos EUA também apresenta um alto nível de miscigenação e variação de dialetos, especialmente nas principais cidades com muito contato entre diferentes grupos de imigrantes que falam espanhol.

Todos esses aspectos precisam ser levados em consideração nas traduções voltadas para o mercado hispânico. De maneira simples, seria um grave erro de marketing tentar aplicar conteúdo feito para o mercado espanhol (isto é, da Espanha) aos consumidores hispânicos, em vez de adaptar seu material às suas necessidades específicas.  

Atingindo o mercado hispânico dos EUA

Às vezes, é necessário localizar ainda mais seu conteúdo para atender a uma certa região da população que fala espanhol nos EUA.

O movimento e a concentração de pessoas de origem latino-americana por todo os EUA vêm sendo complexos e diversificados, pondo fim à abordagem “generalizada”. Por exemplo, os falantes de espanhol que moram em Los Angeles possuem uma influência mexicana mais forte, enquanto aqueles de Nova York têm suas raízes em Porto Rico. Da mesma forma, uma abordagem publicitária em grandes cidades como Miami, onde 90% dos hispânicos falam espanhol em casa, deve ser diferente daquela vista em cidades menores ou em áreas rurais/suburbanas.

Além disso, para seus projetos de tradução, é melhor trabalhar com uma equipe que acompanhe de perto as tendências específicas dos hispânicos dos EUA. Por exemplo, os consumidores hispânicos estão na vanguarda do crescimento digital e do mercado para dispositivos móveis, superando outros grupos demográficos em termos de propriedade de smartphones e no uso das mídias sociais. Eles também são mais propensos do que os não-hispânicos a terem suas decisões de compra influenciadas pela família.

A necessidade de traduções do espanhol com qualidade

Uma tradução para o espanhol não é mais um “acessório”—é um item essencial. Afinal, para os milhões de falantes de espanhol nos EUA, traduções precisas do espanhol têm um papel crítico não apenas em suas vidas diárias, mas também em termos de segurança, saúde, jurídicos, serviços públicos e comunicações relacionadas ao governo. Na verdade, em alguns casos—como no atendimento de emergência de um hospital—traduções corretas podem significar a diferença entre a vida e a morte.

Na Trusted Translations, nossos tradutores especializados em espanhol estão prontos para ajudá-lo a entender as tendências e as sutilezas linguísticas necessárias para uma abordagem de sucesso ao mercado hispânico dos EUA. Fale conosco para obter mais informações sobre nossos serviços de tradução do espanhol.